fbpx

Instituto Sociocultural do HA promove apresentação de teatro para alunos das escolas municipais e estaduais de Barretos e região

A ação trouxe personagens de grande sucesso da atualidade e figuras que marcaram gerações.

A magia da 2ª arte tomou conta do Centro de Eventos Dr. Paulo Prata na última semana do mês de setembro. Mais de 500 crianças das escolas municipais e estaduais de Barretos (SP) e região se encantaram ao assistir, cantar e se divertir com a apresentação da peça “O Livro Encantado de Mila – Uma viagem ao mundo do faz de conta”.

A ação, promovida pelo Instituto Sociocultural do Hospital de Amor, em parceria com o Ministério da Cultura e o grupo ‘Coringas Comunicação com Arte’, trouxe personagens de grande sucesso da atualidade e figuras que marcaram gerações. Na história, a pequena Mila ganha um livro, mas percebe que os contos dentro dele haviam sumido e o ‘faz de conta’ estava ameaçado. Firula e Lilica, suas bonecas preferidas, agora têm uma grande missão: levar Mila para o mundo do imaginário e mostrar que tudo é real, mágico e muito mais divertido. Dentro desse universo especial, elas encontraram a Fada Encantada, Galinha Pintadinha, Ladybug, Masha e o Urso, Batman, Moana e a Rainha Má.

O projeto faz parte do cronograma do Instituto Sociocultural de 2018, com o objetivo de disseminar cultura de qualidade para Barretos e região, principalmente, aos alunos matriculados nas escolas públicas. De acordo com a coordenadora de projetos do Instituto, Marcella Marchioreto, a apresentação da peça teve classificação livre e os ingressos foram oferecidos gratuitamente. “Nossa intenção é proporcionar às crianças carentes a oportunidade de participar de um teatro de qualidade. Ficamos extremamente felizes com cada sorriso estampado no rostinho delas”, afirmou.

Coordenadora Luiza ao lado da aluna Bianca, que interpretou a personagem principal da peça, Mila.

O sucesso dessa primeira edição foi tão grande que as escolas que prestigiaram a peça já se cadastraram para os próximos eventos. Para a diretora do Centro Municipal de Educação Infantil (CEMEI) Maria Fernandes Rodrigues, Luiza Aparecida do Carmo Pacheco, ações de cunho culturais como essas são excelentes oportunidades para o enriquecimento desses alunos. “A iniciativa é fantástica e nós estamos encantados! Trazer nossos alunos para prestigiar um evento como esse, inteiramente gratuito para as escolas de educação pública, é maravilhoso. O acesso à cultura fora das escolas e das salas de aulas contribui muito para o aprendizado deles. Agradecemos a oportunidade e parabenizamos o Hospital de Amor pelo projeto. Nossa presença está confirmada para as próximas ações”, declarou Luiza.

Para atender os alunos deficientes auditivos, uma professora especialista em libras (Língua Brasileira de Sinais) foi convidada.

Da aluna à atriz
A pequena atriz, Bianca Fontes de Oliveira, de 11 anos, que, desta vez, interpretou a personagem principal da peça, Mila, já esteve do outro lado do palco. Aluna exemplar da Escola Municipal João Baroni, de Barretos, ela se sente importante se apresentando para seus amigos. “Uma das minhas professoras precisava de alguém para fazer esse papel. Eu topei o desafio e estou muito feliz em me apresentar para eles. Quero continuar estudando para me tornar uma grande atriz”, finalizou Bianca.

Agenda
Esse foi o primeiro dos quatro espetáculos que ocorrerão até o final do ano. Confira as próximas peças: 22/10 – “Um dia no Sítio do Pica Pau Amarelo”, Unifeb; 23/10 – “As meninas e o quase bebê”, Unifeb; 1/11 – “Show Trupe da Firula”, Centro de Eventos Paulo Prata.

Instituto Sociocultural
Com a missão de viabilizar e realizar projetos que incentivem a cultura de qualidade e o desenvolvimento social com o público do Hospital de Amor e também com a população de Barretos e região, o Instituto Sociocultural contempla ações que visam a comunidade. Neste ano, o espetáculo de dança “A Bela e a Fera”, por exemplo, foi recorde de público.

Todos os projetos acontecem através da Lei Rouanet, além da parceria com o Ministério da Cultura e a colaboração de patrocinadores, como as empresas Cutrale, JBT e Garen.

Mais de 500 crianças das escolas municipais e estaduais de Barretos (SP) e região se encantaram ao assistir, cantar e se divertir com a apresentação da peça.

 


Publicado em 04 de out de 2018   |   Artigos, Destaques, Institucional
A ação trouxe personagens de grande sucesso da atualidade e figuras que marcaram gerações.

A magia da 2ª arte tomou conta do Centro de Eventos Dr. Paulo Prata na última semana do mês de setembro. Mais de 500 crianças das escolas municipais e estaduais de Barretos (SP) e região se encantaram ao assistir, cantar e se divertir com a apresentação da peça “O Livro Encantado de Mila – Uma viagem ao mundo do faz de conta”.

A ação, promovida pelo Instituto Sociocultural do Hospital de Amor, em parceria com o Ministério da Cultura e o grupo ‘Coringas Comunicação com Arte’, trouxe personagens de grande sucesso da atualidade e figuras que marcaram gerações. Na história, a pequena Mila ganha um livro, mas percebe que os contos dentro dele haviam sumido e o ‘faz de conta’ estava ameaçado. Firula e Lilica, suas bonecas preferidas, agora têm uma grande missão: levar Mila para o mundo do imaginário e mostrar que tudo é real, mágico e muito mais divertido. Dentro desse universo especial, elas encontraram a Fada Encantada, Galinha Pintadinha, Ladybug, Masha e o Urso, Batman, Moana e a Rainha Má.

O projeto faz parte do cronograma do Instituto Sociocultural de 2018, com o objetivo de disseminar cultura de qualidade para Barretos e região, principalmente, aos alunos matriculados nas escolas públicas. De acordo com a coordenadora de projetos do Instituto, Marcella Marchioreto, a apresentação da peça teve classificação livre e os ingressos foram oferecidos gratuitamente. “Nossa intenção é proporcionar às crianças carentes a oportunidade de participar de um teatro de qualidade. Ficamos extremamente felizes com cada sorriso estampado no rostinho delas”, afirmou.

Coordenadora Luiza ao lado da aluna Bianca, que interpretou a personagem principal da peça, Mila.

O sucesso dessa primeira edição foi tão grande que as escolas que prestigiaram a peça já se cadastraram para os próximos eventos. Para a diretora do Centro Municipal de Educação Infantil (CEMEI) Maria Fernandes Rodrigues, Luiza Aparecida do Carmo Pacheco, ações de cunho culturais como essas são excelentes oportunidades para o enriquecimento desses alunos. “A iniciativa é fantástica e nós estamos encantados! Trazer nossos alunos para prestigiar um evento como esse, inteiramente gratuito para as escolas de educação pública, é maravilhoso. O acesso à cultura fora das escolas e das salas de aulas contribui muito para o aprendizado deles. Agradecemos a oportunidade e parabenizamos o Hospital de Amor pelo projeto. Nossa presença está confirmada para as próximas ações”, declarou Luiza.

Para atender os alunos deficientes auditivos, uma professora especialista em libras (Língua Brasileira de Sinais) foi convidada.

Da aluna à atriz
A pequena atriz, Bianca Fontes de Oliveira, de 11 anos, que, desta vez, interpretou a personagem principal da peça, Mila, já esteve do outro lado do palco. Aluna exemplar da Escola Municipal João Baroni, de Barretos, ela se sente importante se apresentando para seus amigos. “Uma das minhas professoras precisava de alguém para fazer esse papel. Eu topei o desafio e estou muito feliz em me apresentar para eles. Quero continuar estudando para me tornar uma grande atriz”, finalizou Bianca.

Agenda
Esse foi o primeiro dos quatro espetáculos que ocorrerão até o final do ano. Confira as próximas peças: 22/10 – “Um dia no Sítio do Pica Pau Amarelo”, Unifeb; 23/10 – “As meninas e o quase bebê”, Unifeb; 1/11 – “Show Trupe da Firula”, Centro de Eventos Paulo Prata.

Instituto Sociocultural
Com a missão de viabilizar e realizar projetos que incentivem a cultura de qualidade e o desenvolvimento social com o público do Hospital de Amor e também com a população de Barretos e região, o Instituto Sociocultural contempla ações que visam a comunidade. Neste ano, o espetáculo de dança “A Bela e a Fera”, por exemplo, foi recorde de público.

Todos os projetos acontecem através da Lei Rouanet, além da parceria com o Ministério da Cultura e a colaboração de patrocinadores, como as empresas Cutrale, JBT e Garen.

Mais de 500 crianças das escolas municipais e estaduais de Barretos (SP) e região se encantaram ao assistir, cantar e se divertir com a apresentação da peça.

 


Publicado em 04 de out de 2018   |   Artigos, Destaques, Institucional