Conheça quatro histórias incríveis de luta e esperança

É comum na época do final de ano o despertar de sentimentos como amor, solidariedade, união e gratidão. Diariamente, milhares de pacientes são atendidos nas unidades do Hospital de Amor espalhadas pelo Brasil. Consigo, eles trazem histórias de superação, esperança e resiliência. Se você está precisando de histórias inspiradoras para te motivar a começar o ano de 2020 ainda mais grato e solidário, te convidamos a conhecer alguns desses nossos pacientes:

 

Lara Vitória

Lara aguarda seu transplante de médula enquanto brinca com os amigos

 

Lara Vitória, de 9 anos, é de Conceição do Coité (BA). Foi diagnosticada com síndrome mielodisplásica, há 1 ano e 5 meses. Iniciou o tratamento na Bahia e veio para Barretos (SP) há 5 meses. Atualmente, ela, sua mãe, sua avó e a irmã estão hospedadas no Lar de Amor, alojamento do Hospital de Amor que recebe o paciente pediátrico com toda a família. Lara está aguardando para realizar o transplante de medula óssea que está previsto para ocorrer no começo do próximo ano. Ela já tem doadora: sua irmã, Maria Luiza. A pequena Lara já sabe muito bem o que pretende fazer como profissão. Ela sonha em ser médica para ajudar crianças como ela a vencer a doença.

Para a mãe, Lorena, o que o Hospital de Amor oferece é realmente muito especial. “Tudo aqui é muito bom. O tratamento, o acolhimento, tudo é feito com muito amor. Inclusive, eu não imaginava que seria dessa forma, ter a possibilidade de receber nossa família toda para cuidar dela. Geralmente, só pode ficar uma pessoa com o paciente. Só tenho a agradecer”, conta.

 

 Cecília Fernanda

A maranhense adora animais e quer ser veterinária

 

A paciente Cecília Fernanda é de Imperatriz, no Maranhão. Ela se trata de leucemia no Hospital de Amor. Ela foi diagnosticada em setembro de 2018. A garota sentiu uma dor abdominal muito forte e foi levada ao médico em sua cidade. A suspeita inicial era de que ela estava com apendicite. Após a realização de exames, constatou-se uma inflamação do baço e foi descoberta a leucemia. Logo em seguida, Cecília foi encaminhada para Barretos (SP) e começou seu tratamento no Hospital de Amor.

A mãe de Cecília, Marcela, relata um afeto muito grande pelo hospital. “Toda a equipe, todos que estão envolvidos com o trabalho que é realizado no hospital tratam a gente com muito amor e carinho, e nós somos muito gratos por isso”, declara. Como tem uma enorme paixão por animais, Cecília já sabe exatamente o que sonha ser quando adulta: médica veterinária. Marcela ainda conta que acha extraordinário o cuidado que a equipe do hospital tem com os mínimos detalhes do tratamento da sua filha. Relata que a garota ama conversar com as pessoas que trabalham nos mais diversos setores do hospital infantojuvenil, que todos são muito simpáticos, seja na recepção, nas brinquedotecas e ou nos consultórios.

 Eyshila Valentina

O sonho de Eyshila é ser uma blogueira famosa

 

Eyshila Valentina tem 11 anos e é conhecida pela sua simpatia e pela paixão por fotos. Natural de Boa Vista (RR), a garotinha iniciou seu tratamento no Hospital de Amor Infantojuvenil, em novembro de 2017. No mesmo ano, Eyshila começou a sentir dores de cabeça, emagreceu e ficou ‘amarelada’, foi quando foi ao médico em sua cidade, que solicitou exames e a diagnosticou com leucemia.  “Quando eu descobri a doença, foi um baque, mas com a ajuda da minha família e da equipe médica, o tratamento está ocorrendo bem.  Estou conseguindo tomar as quimioterapias e creio que logo o meu tratamento vai acabar. Adoro toda a equipe do Hospital de Amor, todos eles são maravilhosos”, ressalta a pequena paciente. Eyshila sonha em ser fotógrafa e influenciadora digital. 

Keivson Ricardo

Keivson adora jogar futebol com os amigos que fez durante seu tratamento

 

O baianinho Keivson, de Érico Cardoso, tem 10 anos de idade. Ele faz tratamento no Hospital de Amor contra um sarcoma e atualmente está fazendo quimioterapia. A descoberta do tumor aconteceu em agosto de 2018. Ele foi levado ao médico em sua cidade, que indicou a realização de um exame de ultrassonografia, que confirmou a doença. Ele foi submetido a uma cirurgia na cidade de Guanambi, na Bahia. Sua família veio para Barretos em outubro de 2018 para dar continuidade ao tratamento, realizando a quimioterapia.

Para o pai de Keivson, José, o tratamento aqui no Hospital é excelente. Ele, que trabalha como lavrador, soube da existência do HA por uma prima que fazia tratamento na instituição. “Eu ouvia falar do hospital, mas não tinha ideia de que era tudo isso. É tudo muito organizado e bem feito. O Keivson é um menino muito ativo e quando ele vem para o hospital, ele gosta de ficar na brinquedoteca e na sala de jogos, brincando de video game”, conta. Os planos de Keivson para quando concluir o tratamento são bastante audaciosos: ele sonha em ser jogador de futebol. Já sabe até a posição em que quer jogar: quer ser goleiro.

 

Relatos como esses fazem parte do dia a dia do Hospital de Amor. Você também pode fazer parte dessas histórias de luta e esperança e fazer a diferença na vida da Lara, Cecília, Eyshila, Keivson e de milhares de outros pacientes.  Basta fazer a sua doação e nos ajudar a continuar salvando vidas. Afinal, o amor existe para se doar.

Doe agora, acessando o link: http://bit.ly/amorpradoar


Publicado em 30 de dez de 2019   |   Doações, Artigos, Destaques, Destaques, Institucional, Diagnóstico e Tratamento, Pacientes e Familiares

É comum na época do final de ano o despertar de sentimentos como amor, solidariedade, união e gratidão. Diariamente, milhares de pacientes são atendidos nas unidades do Hospital de Amor espalhadas pelo Brasil. Consigo, eles trazem histórias de superação, esperança e resiliência. Se você está precisando de histórias inspiradoras para te motivar a começar o ano de 2020 ainda mais grato e solidário, te convidamos a conhecer alguns desses nossos pacientes:

 

Lara Vitória

Lara aguarda seu transplante de médula enquanto brinca com os amigos

 

Lara Vitória, de 9 anos, é de Conceição do Coité (BA). Foi diagnosticada com síndrome mielodisplásica, há 1 ano e 5 meses. Iniciou o tratamento na Bahia e veio para Barretos (SP) há 5 meses. Atualmente, ela, sua mãe, sua avó e a irmã estão hospedadas no Lar de Amor, alojamento do Hospital de Amor que recebe o paciente pediátrico com toda a família. Lara está aguardando para realizar o transplante de medula óssea que está previsto para ocorrer no começo do próximo ano. Ela já tem doadora: sua irmã, Maria Luiza. A pequena Lara já sabe muito bem o que pretende fazer como profissão. Ela sonha em ser médica para ajudar crianças como ela a vencer a doença.

Para a mãe, Lorena, o que o Hospital de Amor oferece é realmente muito especial. “Tudo aqui é muito bom. O tratamento, o acolhimento, tudo é feito com muito amor. Inclusive, eu não imaginava que seria dessa forma, ter a possibilidade de receber nossa família toda para cuidar dela. Geralmente, só pode ficar uma pessoa com o paciente. Só tenho a agradecer”, conta.

 

 Cecília Fernanda

A maranhense adora animais e quer ser veterinária

 

A paciente Cecília Fernanda é de Imperatriz, no Maranhão. Ela se trata de leucemia no Hospital de Amor. Ela foi diagnosticada em setembro de 2018. A garota sentiu uma dor abdominal muito forte e foi levada ao médico em sua cidade. A suspeita inicial era de que ela estava com apendicite. Após a realização de exames, constatou-se uma inflamação do baço e foi descoberta a leucemia. Logo em seguida, Cecília foi encaminhada para Barretos (SP) e começou seu tratamento no Hospital de Amor.

A mãe de Cecília, Marcela, relata um afeto muito grande pelo hospital. “Toda a equipe, todos que estão envolvidos com o trabalho que é realizado no hospital tratam a gente com muito amor e carinho, e nós somos muito gratos por isso”, declara. Como tem uma enorme paixão por animais, Cecília já sabe exatamente o que sonha ser quando adulta: médica veterinária. Marcela ainda conta que acha extraordinário o cuidado que a equipe do hospital tem com os mínimos detalhes do tratamento da sua filha. Relata que a garota ama conversar com as pessoas que trabalham nos mais diversos setores do hospital infantojuvenil, que todos são muito simpáticos, seja na recepção, nas brinquedotecas e ou nos consultórios.

 Eyshila Valentina

O sonho de Eyshila é ser uma blogueira famosa

 

Eyshila Valentina tem 11 anos e é conhecida pela sua simpatia e pela paixão por fotos. Natural de Boa Vista (RR), a garotinha iniciou seu tratamento no Hospital de Amor Infantojuvenil, em novembro de 2017. No mesmo ano, Eyshila começou a sentir dores de cabeça, emagreceu e ficou ‘amarelada’, foi quando foi ao médico em sua cidade, que solicitou exames e a diagnosticou com leucemia.  “Quando eu descobri a doença, foi um baque, mas com a ajuda da minha família e da equipe médica, o tratamento está ocorrendo bem.  Estou conseguindo tomar as quimioterapias e creio que logo o meu tratamento vai acabar. Adoro toda a equipe do Hospital de Amor, todos eles são maravilhosos”, ressalta a pequena paciente. Eyshila sonha em ser fotógrafa e influenciadora digital. 

Keivson Ricardo

Keivson adora jogar futebol com os amigos que fez durante seu tratamento

 

O baianinho Keivson, de Érico Cardoso, tem 10 anos de idade. Ele faz tratamento no Hospital de Amor contra um sarcoma e atualmente está fazendo quimioterapia. A descoberta do tumor aconteceu em agosto de 2018. Ele foi levado ao médico em sua cidade, que indicou a realização de um exame de ultrassonografia, que confirmou a doença. Ele foi submetido a uma cirurgia na cidade de Guanambi, na Bahia. Sua família veio para Barretos em outubro de 2018 para dar continuidade ao tratamento, realizando a quimioterapia.

Para o pai de Keivson, José, o tratamento aqui no Hospital é excelente. Ele, que trabalha como lavrador, soube da existência do HA por uma prima que fazia tratamento na instituição. “Eu ouvia falar do hospital, mas não tinha ideia de que era tudo isso. É tudo muito organizado e bem feito. O Keivson é um menino muito ativo e quando ele vem para o hospital, ele gosta de ficar na brinquedoteca e na sala de jogos, brincando de video game”, conta. Os planos de Keivson para quando concluir o tratamento são bastante audaciosos: ele sonha em ser jogador de futebol. Já sabe até a posição em que quer jogar: quer ser goleiro.

 

Relatos como esses fazem parte do dia a dia do Hospital de Amor. Você também pode fazer parte dessas histórias de luta e esperança e fazer a diferença na vida da Lara, Cecília, Eyshila, Keivson e de milhares de outros pacientes.  Basta fazer a sua doação e nos ajudar a continuar salvando vidas. Afinal, o amor existe para se doar.

Doe agora, acessando o link: http://bit.ly/amorpradoar


Publicado em 30 de dez de 2019   |   Doações, Artigos, Destaques, Destaques, Institucional, Diagnóstico e Tratamento, Pacientes e Familiares