fbpx

Colonoscopia

O que é colonoscopia?

A colonoscopia é um exame que estuda internamente o cólon e o reto através da introdução de um colonoscópio pelo ânus. O colonoscópio é um tubo flexível acoplado a uma câmera em sua ponta que permite a visualização direta da parede interna do cólon e do reto.

Qual é o objetivo do exame?

A colonoscopia tem como objetivo, o diagnóstico das lesões do cólon e reto em pessoas que apresentam sintomas gastrointestinais. E também, o rastreamento do câncer colorretal em pessoas que não apresentam sintomas, mas apresentam risco para o desenvolvimento deste câncer.

Como é realizado?

Toda colonoscopia é precedida de uma preparo do intestino através da ingestão de laxantes. De modo geral, a colonoscopia é realizada em caráter ambulatorial, sob sedação, em um serviço de endoscopia.

Durante o exame, o colonoscópio é inserido no reto através do ânus e percorre todo o cólon. Se indicado, no mesmo exame, podem ser realizadas biópsias e removidos os pólipos (lesões precursoras) que são detectados.

Existem efeitos colaterais? Quais?

Sim. Os principais efeitos colaterais da colonoscopia são o desconforto abdominal e complicações cardiopulmonares e, mais raramente, o sangramento e perfuração.

Qual é a idade e periodicidade recomendada?

No rastreamento do câncer colorretal de pessoas de médio risco para este câncer, ou seja, com idade acima de 50 anos e sem história pessoal e familiar de câncer colorretal ou de pólipos, a colonoscopia deve ser realizada, e se normal, repetida a cada 10 anos.

Nos casos de pessoas com risco aumentado para este câncer, com história pessoal ou familiar de câncer colorretal ou de pólipos e com alto risco, ou seja, portadores de síndromes hereditárias associadas ao câncer colorretal, a idade de início e o intervalo dependerá da idade de diagnóstico do familiar e do tipo da síndrome hereditária.


Publicado em 06 de fev de 2018

O que é colonoscopia?

A colonoscopia é um exame que estuda internamente o cólon e o reto através da introdução de um colonoscópio pelo ânus. O colonoscópio é um tubo flexível acoplado a uma câmera em sua ponta que permite a visualização direta da parede interna do cólon e do reto.

Qual é o objetivo do exame?

A colonoscopia tem como objetivo, o diagnóstico das lesões do cólon e reto em pessoas que apresentam sintomas gastrointestinais. E também, o rastreamento do câncer colorretal em pessoas que não apresentam sintomas, mas apresentam risco para o desenvolvimento deste câncer.

Como é realizado?

Toda colonoscopia é precedida de uma preparo do intestino através da ingestão de laxantes. De modo geral, a colonoscopia é realizada em caráter ambulatorial, sob sedação, em um serviço de endoscopia.

Durante o exame, o colonoscópio é inserido no reto através do ânus e percorre todo o cólon. Se indicado, no mesmo exame, podem ser realizadas biópsias e removidos os pólipos (lesões precursoras) que são detectados.

Existem efeitos colaterais? Quais?

Sim. Os principais efeitos colaterais da colonoscopia são o desconforto abdominal e complicações cardiopulmonares e, mais raramente, o sangramento e perfuração.

Qual é a idade e periodicidade recomendada?

No rastreamento do câncer colorretal de pessoas de médio risco para este câncer, ou seja, com idade acima de 50 anos e sem história pessoal e familiar de câncer colorretal ou de pólipos, a colonoscopia deve ser realizada, e se normal, repetida a cada 10 anos.

Nos casos de pessoas com risco aumentado para este câncer, com história pessoal ou familiar de câncer colorretal ou de pólipos e com alto risco, ou seja, portadores de síndromes hereditárias associadas ao câncer colorretal, a idade de início e o intervalo dependerá da idade de diagnóstico do familiar e do tipo da síndrome hereditária.


Publicado em 06 de fev de 2018