fbpx

IV Simpósio de Educação em Saúde do HA traz a relação entre o bem-estar mental e a educação

Anualmente, o Núcleo de Educação em Câncer (NEC) do Hospital de Amor reúne educadores e profissionais da saúde para o “Simpósio de Educação em Saúde”, que neste ano aconteceu no dia 8 de novembro, com o intuito de promover o diálogo sobre temáticas que versam os campos da educação e da saúde, tendo em vista a troca de experiências e a oportunidade de pensar estratégias que embasem os trabalhos e projetos que interfiram na realidade e cotidiano da sociedade atual.

O Simpósio contou com a apresentação de trabalhos orais e pôsteres, além das apresentações artísticas do Grupo Virtuoso e do Coral Acordes Vocais.

Em sua quarta edição, o evento trouxe como temática central a importante relação entre o bem-estar mental e a educação, trabalhada por meio de workshops e palestras ministradas por nomes de destaque no cenário nacional, como a neurocientista Carla Tieppo, doutora em ciências pela Universidade de São Paulo (USP), pesquisadora e especialista sobre o funcionamento do sistema nervoso e suas relações com a mente e o comportamento humano.

Segundo a Dra. Carla Tieppo, existe um aspecto muito importante em se trabalhar a saúde mental dentro da educação, “fundamentalmente porque preservar a saúde mental e trabalhar a prevenção em patologias de saúde mental está diretamente relacionada a qualidade de vida. E qualidade de vida é algo que a gente constrói, é algo que se educa para ter”, ressalta.

O coordenador do NEC, Gerson Lucio Vieira, explica que a temática escolhida vai de encontro com o propósito do Núcleo, que é a de impulsionar e propagar informações que promovam conhecimento sobre qualidade de vida e promoção de saúde, tornando o indivíduo autônomo, independente e consciente no que diz respeito ao seu bem-estar físico e mental.

Com cerca de 140 participantes, o Simpósio contou, ainda, com a apresentação de trabalhos orais e pôsteres, além das apresentações artísticas do Grupo Virtuoso e do Coral Acordes Vocais, formado por médicos, pesquisadores e colaboradores do Hospital de Amor.

 

Em sua quarta edição, o evento trouxe como temática central a importante relação entre o bem-estar mental e a educação, trabalhada por meio de workshops e palestras ministradas por nomes de destaque no cenário nacional.
A 5ª “Caminhada Lado a Lado com o Idoso” aconteceu na Região dos Lagos, em Barretos (SP), com o objetivo de promover o bem-estar das pessoas idosas, através de atividades físicas e interação entre os participantes.

Eles possuem um papel muito importante em nossa sociedade. São líderes, trabalhadores, aposentados, avós, cuidadores, sábios e ótimos conselheiros. Diante disso possuem, merecidamente, uma data destinada a eles: 1º de outubro – Dia Internacional do Idoso. Instituído em 1991 pela Organização das Nações Unidas (ONU), este dia tem como objetivo sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento; conscientizar todas as populações sobre a necessidade das mudanças de atitude para com os idosos; fazer com que eles se realizem plenamente em seus direitos, consigam envelhecer com segurança e dignidade, tendo a oportunidade de se desenvolver até nos últimos anos de vida; além de homenagear as pessoas idosas, comemorando as suas conquistas.

Sabendo disso, o Hospital São Judas Tadeu – a unidade de cuidados paliativos e de atenção ao idoso do Hospital de Amor – realizou, no dia 5 de outubro, a 5ª edição da “Caminhada Lado a Lado com o Idoso”. A ação, que aconteceu na Região dos Lagos, em Barretos (SP), busca promover o bem-estar das pessoas idosas, através de atividades físicas e interação entre os participantes.

Mais de 500 participantes se reuniram no evento, superando as expectativas dos anos anteriores. Voltado para o público com idade acima de 60 anos e com inscrições gratuitas, o percurso teve 900 metros de caminhada. Segundo a enfermeira da unidade de cuidados paliativos do HA, Verônica Faustino, profissionais de diversas áreas, entre eles, educadores físicos, estão envolvidos na organização da ação para garantir conforto e prezar pelo bem-estar dos idosos. “Nossa intenção é que eles não sintam dor ou cansaço, mas que sintam prazer em estar participando. Durante todo o percurso, eles encontram água. Quando eles terminam, são recepcionados com massagem relaxante, aferição de pressão, testes e um delicioso café da manhã com frutas e sucos”, contou.

De acordo com a médica geriatra do Hospital São Judas Tadeu, Dra. Juliana Beraldo Ciorlia, a “Caminhada Lado a Lado com o Idoso” é uma maneira de enaltecer o processo de saúde e de envelhecimento saudável (que as pessoas tanto buscam hoje em dia), o que vem de encontro a uma necessidade da terceira idade em se manter mais funcional e independente, servindo como lembrança de que isso é possível através de atividade física e do apoio de pessoas que, efetivamente, se importam com quem está envelhecendo. “O Hospital de Amor é uma instituição que, naturalmente, promove a humanização e o bom cuidado com essa faixa etária, realizando esse evento de uma maneira muito adequada e saudável, pensando não somente no adoecimento do idoso, mas também na promoção da saúde”, afirmou.

Nesta 5ª edição, a madrinha escolhida foi a empresaria barretense, Arlete Peroni Ângelo.

Madrinha
Como acontece todos os anos, um idoso de grande destaque na sociedade é convidado para apadrinhar o evento e representar todos os participantes. Nesta 5ª edição, a madrinha escolhida foi a empresaria barretense, Arlete Peroni Ângelo. “Agradeço à equipe que me escolheu para representar todos os idosos que prestigiaram a caminhada. Tenha a certeza de que é a nossa força que vai ensinar os jovens de hoje. Precisamos lutar pela vida! Estou muito feliz, principalmente em ver a alegria desses idosos. É contagiante!”, declarou.

Confira quem foram os padrinhos/madrinhas dos anos anteriores:
1ª edição: João Monteiro de Barros Filho;
2ª edição: José Pedro Domingues Netto;
3ª edição: Maria Augusta Lopes Vilarinho;
4ª edição: Daniel Bampa Netto e sua esposa, Zaira.

Vencedor
Aos 66 anos, o aposentado Otávio Francisco foi o primeiro a alcançar a “linha de chegada” da caminhada, em Barretos. Participando pelo terceiro ano consecutivo do evento e feliz com seu troféu de primeiro colocado, ele ficou emocionado e grato pela conquista. “Eu cheguei aqui pensando em conquistar o primeiro lugar e consegui! Agradeço a Deus por ter me dado essa força. A iniciativa do Hospital em realizar essa caminhada está mais do que aprovada. Com certeza, sou presença confirmada nas próximas!”.

Confira o nome dos 3 primeiros colocados:
1º lugar: Otávio Francisco;
2º lugar: Odair Gomes;
3º lugar: Olídio Rocha.

Em Barretos, mais de 500 participantes se reuniram no evento, superando as expectativas dos anos anteriores.

Novidade
Neste ano, a grande novidade foi a realização da 1ª “Caminhada Lado a Lado com o Idoso” nos municípios de Jales (SP) e Porto Velho (RO), locais onde o Hospital de Amor conta com unidades fixas de tratamento. “O fato de o evento se expandir para as outras cidades nos alegra muito. Isso significa que a caminhada é uma ação multicêntrica, pois nós não nos preocupamos apenas com quem está próximo, mas também com aqueles que estão distantes, já que o envelhecimento é um processo que ocorre no mundo todo. Me sinto muito alegre e honrada em participar de mais uma edição”, finalizou Dra. Juliana.

A 6ª edição da Caminhada “Lado a Lado com o Idoso” já está confirmada e a expectativa é de que 700 inscrições sejam realizadas.

Selo “Hospital Amigo do Idoso”
Esta mobilização reforça a participação do Hospital de Amor na sociedade, demonstrando, assim, a importância da existência do selo “Hospital Amigo do Idoso”, que a unidade de cuidados paliativos conquistou.

A instituição recebeu a visita de uma comissão de auditores do Estado de São Paulo e foi chancelada com o selo, que é uma iniciativa do governo paulista e tem como intuito estimular e apoiar a qualificação geronto-geriátrica dos hospitais.

De acordo com a fisioterapeuta Adriana Ferreira, para obter o selo, o hospital deve cumprir 25 critérios que são divididos em níveis: inicial, intermediário e pleno, sendo este último o nível máximo exigido pelos auditores. Dentre as adequações solicitadas estão as acomodações do ambiente físico do prédio (como a inserção de barras no banheiro, elevação do vaso sanitário, antiderrapante e adequação do espaço utilizado pelo idoso). Segundo Adriana, 45% dos pacientes do Hospital São Judas Tadeu são idosos, porém, os outros pacientes em tratamento no centro também são contemplados com os benefícios.

Olídio Rocha (3º colocado), Odair Gomes (2º colocado), Arlete Peroni Ângelo (madrinha da 5ª “Caminhada Lado a Lado com o Idoso”) e Otávio Francisco (1º colocado).

Mais de 15 mil redações enviadas por alunos de aproximadamente 300 escolas de todo o estado de São Paulo. Estes são os números do 7º Concurso de Redação do Hospital de Amor, organizado pelo Núcleo de Educação em Câncer (NEC) da instituição, que se encerrou na sexta-feira, 9 de agosto, com a premiação dos cinco finalistas e anúncio da grande vencedora: Joana Albuquerque Copetti. A cerimônia, que reuniu alunos e professores de Barretos (SP) e região, contou com a presença do secretário executivo de educação do estado de São Paulo, Haroldo Corrêa Rocha, além da dirigente regional de ensino de Barretos, Solange de Oliveira Bellini, do diretor executivo e científico do Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) do HA, Rui Reis, e do diretor de extensão do IEP, Vinicius de Lima Vazquez.

Os 5 finalistas participaram de um estágio guiado no CPOM do HA.

Nos três dias que antecederam a premiação, os finalistas participaram de um estágio guiado no Centro de Pesquisa em Oncologia Molecular (CPOM) do HA, onde puderam conhecer, na prática, a rotina dos pesquisadores e saber mais sobre o seu papel na instituição. “O Concurso de Redação tem como principal objetivo difundir o conhecimento, popularizar a ciência e estimular jovens talentos na investigação científica, por isso, entendemos que é extremamente importante proporcionar esta experiência aos autores das melhores redações. É uma maneira de trazê-los para mais perto desta realidade e, quem sabe, despertá-los para uma futura profissão”, ressaltou o coordenador do NEC, Gerson Lúcio Vieira. Além do estágio, a primeira colocada também ganhou um notebook, assim como, a sua professora orientadora, e os demais finalistas foram premiados com tablets.

Haroldo Corrêa Rocha, que visitou a instituição pela primeira vez, enfatizou a importância da ação e reafirmou o compromisso da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, que é parceria do projeto desde 2016. “Sabemos do valor – e as dificuldades – em se trabalhar com Saúde e Educação e é louvável a maneira como essas duas áreas tão essenciais se unem aqui. Com certeza é um exemplo a ser replicado!”.

A grande vencedora do concurso foi: Joana Albuquerque Copetti, de Borborema (SP).

O concurso é voltado aos alunos do 9º Ano do Ensino Fundamental II e, neste ano, trouxe como tema central “Alimentação saudável e atividade física: de olho no futuro sem câncer colorretal”, onde os alunos puderam refletir sobre prevenção, as influências ambientais e os fatores externos que estão associados ao desenvolvimento do câncer colorretal, que, apesar de pouco falado, é o terceiro mais frequente entre homens.

Confira a classificação dos finalistas de 2019:
1º lugar: Joana Albuquerque Copetti

Unidade Escolar: E.E. Manoel Silveira Bueno
Cidade: Borborema (SP)
Diretoria de Ensino: Taquaritinga (SP)

2º lugar: Yzadora Calza Siqueira

Unidade Escolar: E. E. Conde do Pinhal
Cidade: São Carlos (SP)
Diretoria de Ensino: São Carlos (SP)

3º lugar: Emanuelle Carvalho Oliveira

Unidade Escolar: E. E. Professora Regina Dias Antunes da Silva
Cidade: Apiaí (SP)
Diretoria de Ensino: Apiaí (SP)

4º lugar: Adrian Mais dos Santos de Jesus

Unidade Escolar: E.E. João Jacinto do Nascimento
Cidade: Ibaté (SP)
Diretoria de Ensino: São Carlos (SP)

5º lugar: Gabriela Marini de Lima

Unidade Escolar: E. E. Doutora Isabel Campos
Cidade: Presidente Venceslau (SP)
Diretoria de Ensino: Santo Anastácio (SP)

O concurso é voltado aos alunos do 9º Ano do Ensino Fundamental II e, neste ano, trouxe como tema central “Alimentação saudável e atividade física: de olho no futuro sem câncer colorretal”, onde os alunos puderam refletir sobre prevenção, as influências ambientais e os fatores externos que estão associados ao desenvolvimento do câncer colorretal.

 

Mais de 500 participantes se reuniram no evento, superando as expectativas dos anos anteriores.

O Hospital São Judas Tadeu – a unidade de cuidados paliativos e de atenção ao idoso do Hospital de Amor – realizou no dia 6 de outubro, a 4ª edição da “Caminhada Lado a Lado com o Idoso”. A ação, que ocorreu na Região dos Lagos, em Barretos (SP), tem como objetivo promover o bem-estar do público idoso, através de atividades físicas e interação entre os participantes.

Os idosos foram recepcionados com massagem relaxadora.

Mais de 500 participantes se reuniram no evento, superando as expectativas dos anos anteriores. Voltado para o público com idade acima de 60 anos e inscrições gratuitas, o percurso teve 900 metros de caminhada. Segundo a enfermeira da unidade de cuidados paliativos do HA, Verônica Faustino, profissionais de diversas áreas, entre eles educadores físicos, estão envolvidos na organização da ação para garantir conforto e prezar pelo bem-estar dos idosos. “Nossa intenção é que eles não sintam dor ou cansaço, mas que sintam prazer em estar participando. Durante todo o percurso, eles encontram água. Quando eles terminam, são recepcionados com massagem relaxadora, aferição de pressão, testes e um delicioso café da manhã com frutas e sucos”, contou.

De acordo com a fisioterapeuta do Hospital São Judas Tadeu, Adriana Ferreira, a caminhada é um exercício muito importante, não só para o público da terceira idade, mas também para a melhora da qualidade de vida de todas as pessoas. “Escolhemos a caminhada por que ela é responsável por promover o fortalecimento muscular, a destreza, evitar quedas, entre outras qualidades. É uma atividade muito benéfica”, afirmou.

E você sabe qual outro benefício que a atividade física traz para os maiores de 60 anos? Vitalidade! “É a prova de que eles são capazes. Por isso, é tão importante praticar exercícios na terceira idade”, comentou Verônica.

Daniel Bampa Netto e Zaira foram escolhidos para apadrinhar a Caminhada “Lado a Lado com o Idoso” deste ano.

O contador barretense, Daniel Bampa Netto, de 79 anos, e sua esposa, Zaira, foram escolhidos para apadrinhar a Caminhada “Lado a Lado com o Idoso” deste ano. O casal, exemplo a ser seguido, tem a atividade física em sua rotina há mais de 12 anos e garante: idosos que se exercitam, vão longe! “Para nós, grandes incentivadores de exercícios físicos, participar de um evento como este é um orgulho e uma energia única. Não apenas pela caminhada em si, mas pela amizade que se cria, o companheirismo, o bate-papo. Isso vale muito a pena e é uma bela maneira de passar a vida! Como padrinho desta ação, eu espero servir de inspiração para muitas pessoas. O recado que fica é: vamos nos exercitar para podemos acompanhar o tempo que ainda nos falta”, comentou empolgado.

Vencedor
Com 70 anos e uma energia de causar inveja, o pedreiro Archimedes Damas apertou o passo e foi o vencedor da caminhada. Satisfeito com o evento e feliz com seu troféu de primeiro colocado, ele se considera um grande incentivador para os outros idosos. “Em qualquer disputa que a gente entra, a intenção é vencer. Por isso, eu estou muito contente por ter conquistado o primeiro lugar. Agradeço a todas as pessoas que organizam essa ação e zelam pela nossa saúde. Eu me sinto disposto e com ótima aparência física e, hoje, eu comprovei isso”, declarou.

A 5ª edição da Caminhada “Lado a Lado com o Idoso” já está confirmada e a expectativa é de que 700 inscrições sejam realizadas.

Selo “Hospital Amigo do Idoso”
Esta mobilização reforça a participação do Hospital de Amor na sociedade, demonstrando, assim, a importância da existência do selo “Hospital Amigo do Idoso”, que a unidade de cuidados paliativos conquistou.

A instituição recebeu a visita de uma comissão de auditores do Estado de São Paulo e foi chancelada com o selo, que é uma iniciativa do governo paulista e tem como intuito estimular e apoiar a qualificação geronto-geriátrica dos hospitais.

De acordo com a fisioterapeuta Adriana Ferreira, para obter o selo, o hospital deve cumprir 25 critérios que são divididos em níveis: inicial, intermediário e pleno, sendo este último o nível máximo exigido pelos auditores. Dentre as adequações solicitadas estão as acomodações do ambiente físico do prédio (como a inserção de barras no banheiro, elevação do vaso sanitário, antiderrapante e adequação do espaço utilizado pelo idoso). Segundo Adriana, 45% dos pacientes do Hospital São Judas Tadeu são idosos, porém, os outros pacientes em tratamento no centro também são contemplados com os benefícios.

Voltado para o público com idade acima de 60 anos e inscrições gratuitas, o percurso teve 900 metros de caminhada.

Publicado em 18 de out de 2018   |   Artigos, Destaques, Institucional, Prevenção

Anualmente, o Núcleo de Educação em Câncer (NEC) do Hospital de Amor reúne educadores e profissionais da saúde para o “Simpósio de Educação em Saúde”, que neste ano aconteceu no dia 8 de novembro, com o intuito de promover o diálogo sobre temáticas que versam os campos da educação e da saúde, tendo em vista a troca de experiências e a oportunidade de pensar estratégias que embasem os trabalhos e projetos que interfiram na realidade e cotidiano da sociedade atual.

O Simpósio contou com a apresentação de trabalhos orais e pôsteres, além das apresentações artísticas do Grupo Virtuoso e do Coral Acordes Vocais.

Em sua quarta edição, o evento trouxe como temática central a importante relação entre o bem-estar mental e a educação, trabalhada por meio de workshops e palestras ministradas por nomes de destaque no cenário nacional, como a neurocientista Carla Tieppo, doutora em ciências pela Universidade de São Paulo (USP), pesquisadora e especialista sobre o funcionamento do sistema nervoso e suas relações com a mente e o comportamento humano.

Segundo a Dra. Carla Tieppo, existe um aspecto muito importante em se trabalhar a saúde mental dentro da educação, “fundamentalmente porque preservar a saúde mental e trabalhar a prevenção em patologias de saúde mental está diretamente relacionada a qualidade de vida. E qualidade de vida é algo que a gente constrói, é algo que se educa para ter”, ressalta.

O coordenador do NEC, Gerson Lucio Vieira, explica que a temática escolhida vai de encontro com o propósito do Núcleo, que é a de impulsionar e propagar informações que promovam conhecimento sobre qualidade de vida e promoção de saúde, tornando o indivíduo autônomo, independente e consciente no que diz respeito ao seu bem-estar físico e mental.

Com cerca de 140 participantes, o Simpósio contou, ainda, com a apresentação de trabalhos orais e pôsteres, além das apresentações artísticas do Grupo Virtuoso e do Coral Acordes Vocais, formado por médicos, pesquisadores e colaboradores do Hospital de Amor.

 

Em sua quarta edição, o evento trouxe como temática central a importante relação entre o bem-estar mental e a educação, trabalhada por meio de workshops e palestras ministradas por nomes de destaque no cenário nacional.
A 5ª “Caminhada Lado a Lado com o Idoso” aconteceu na Região dos Lagos, em Barretos (SP), com o objetivo de promover o bem-estar das pessoas idosas, através de atividades físicas e interação entre os participantes.

Eles possuem um papel muito importante em nossa sociedade. São líderes, trabalhadores, aposentados, avós, cuidadores, sábios e ótimos conselheiros. Diante disso possuem, merecidamente, uma data destinada a eles: 1º de outubro – Dia Internacional do Idoso. Instituído em 1991 pela Organização das Nações Unidas (ONU), este dia tem como objetivo sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento; conscientizar todas as populações sobre a necessidade das mudanças de atitude para com os idosos; fazer com que eles se realizem plenamente em seus direitos, consigam envelhecer com segurança e dignidade, tendo a oportunidade de se desenvolver até nos últimos anos de vida; além de homenagear as pessoas idosas, comemorando as suas conquistas.

Sabendo disso, o Hospital São Judas Tadeu – a unidade de cuidados paliativos e de atenção ao idoso do Hospital de Amor – realizou, no dia 5 de outubro, a 5ª edição da “Caminhada Lado a Lado com o Idoso”. A ação, que aconteceu na Região dos Lagos, em Barretos (SP), busca promover o bem-estar das pessoas idosas, através de atividades físicas e interação entre os participantes.

Mais de 500 participantes se reuniram no evento, superando as expectativas dos anos anteriores. Voltado para o público com idade acima de 60 anos e com inscrições gratuitas, o percurso teve 900 metros de caminhada. Segundo a enfermeira da unidade de cuidados paliativos do HA, Verônica Faustino, profissionais de diversas áreas, entre eles, educadores físicos, estão envolvidos na organização da ação para garantir conforto e prezar pelo bem-estar dos idosos. “Nossa intenção é que eles não sintam dor ou cansaço, mas que sintam prazer em estar participando. Durante todo o percurso, eles encontram água. Quando eles terminam, são recepcionados com massagem relaxante, aferição de pressão, testes e um delicioso café da manhã com frutas e sucos”, contou.

De acordo com a médica geriatra do Hospital São Judas Tadeu, Dra. Juliana Beraldo Ciorlia, a “Caminhada Lado a Lado com o Idoso” é uma maneira de enaltecer o processo de saúde e de envelhecimento saudável (que as pessoas tanto buscam hoje em dia), o que vem de encontro a uma necessidade da terceira idade em se manter mais funcional e independente, servindo como lembrança de que isso é possível através de atividade física e do apoio de pessoas que, efetivamente, se importam com quem está envelhecendo. “O Hospital de Amor é uma instituição que, naturalmente, promove a humanização e o bom cuidado com essa faixa etária, realizando esse evento de uma maneira muito adequada e saudável, pensando não somente no adoecimento do idoso, mas também na promoção da saúde”, afirmou.

Nesta 5ª edição, a madrinha escolhida foi a empresaria barretense, Arlete Peroni Ângelo.

Madrinha
Como acontece todos os anos, um idoso de grande destaque na sociedade é convidado para apadrinhar o evento e representar todos os participantes. Nesta 5ª edição, a madrinha escolhida foi a empresaria barretense, Arlete Peroni Ângelo. “Agradeço à equipe que me escolheu para representar todos os idosos que prestigiaram a caminhada. Tenha a certeza de que é a nossa força que vai ensinar os jovens de hoje. Precisamos lutar pela vida! Estou muito feliz, principalmente em ver a alegria desses idosos. É contagiante!”, declarou.

Confira quem foram os padrinhos/madrinhas dos anos anteriores:
1ª edição: João Monteiro de Barros Filho;
2ª edição: José Pedro Domingues Netto;
3ª edição: Maria Augusta Lopes Vilarinho;
4ª edição: Daniel Bampa Netto e sua esposa, Zaira.

Vencedor
Aos 66 anos, o aposentado Otávio Francisco foi o primeiro a alcançar a “linha de chegada” da caminhada, em Barretos. Participando pelo terceiro ano consecutivo do evento e feliz com seu troféu de primeiro colocado, ele ficou emocionado e grato pela conquista. “Eu cheguei aqui pensando em conquistar o primeiro lugar e consegui! Agradeço a Deus por ter me dado essa força. A iniciativa do Hospital em realizar essa caminhada está mais do que aprovada. Com certeza, sou presença confirmada nas próximas!”.

Confira o nome dos 3 primeiros colocados:
1º lugar: Otávio Francisco;
2º lugar: Odair Gomes;
3º lugar: Olídio Rocha.

Em Barretos, mais de 500 participantes se reuniram no evento, superando as expectativas dos anos anteriores.

Novidade
Neste ano, a grande novidade foi a realização da 1ª “Caminhada Lado a Lado com o Idoso” nos municípios de Jales (SP) e Porto Velho (RO), locais onde o Hospital de Amor conta com unidades fixas de tratamento. “O fato de o evento se expandir para as outras cidades nos alegra muito. Isso significa que a caminhada é uma ação multicêntrica, pois nós não nos preocupamos apenas com quem está próximo, mas também com aqueles que estão distantes, já que o envelhecimento é um processo que ocorre no mundo todo. Me sinto muito alegre e honrada em participar de mais uma edição”, finalizou Dra. Juliana.

A 6ª edição da Caminhada “Lado a Lado com o Idoso” já está confirmada e a expectativa é de que 700 inscrições sejam realizadas.

Selo “Hospital Amigo do Idoso”
Esta mobilização reforça a participação do Hospital de Amor na sociedade, demonstrando, assim, a importância da existência do selo “Hospital Amigo do Idoso”, que a unidade de cuidados paliativos conquistou.

A instituição recebeu a visita de uma comissão de auditores do Estado de São Paulo e foi chancelada com o selo, que é uma iniciativa do governo paulista e tem como intuito estimular e apoiar a qualificação geronto-geriátrica dos hospitais.

De acordo com a fisioterapeuta Adriana Ferreira, para obter o selo, o hospital deve cumprir 25 critérios que são divididos em níveis: inicial, intermediário e pleno, sendo este último o nível máximo exigido pelos auditores. Dentre as adequações solicitadas estão as acomodações do ambiente físico do prédio (como a inserção de barras no banheiro, elevação do vaso sanitário, antiderrapante e adequação do espaço utilizado pelo idoso). Segundo Adriana, 45% dos pacientes do Hospital São Judas Tadeu são idosos, porém, os outros pacientes em tratamento no centro também são contemplados com os benefícios.

Olídio Rocha (3º colocado), Odair Gomes (2º colocado), Arlete Peroni Ângelo (madrinha da 5ª “Caminhada Lado a Lado com o Idoso”) e Otávio Francisco (1º colocado).

Mais de 15 mil redações enviadas por alunos de aproximadamente 300 escolas de todo o estado de São Paulo. Estes são os números do 7º Concurso de Redação do Hospital de Amor, organizado pelo Núcleo de Educação em Câncer (NEC) da instituição, que se encerrou na sexta-feira, 9 de agosto, com a premiação dos cinco finalistas e anúncio da grande vencedora: Joana Albuquerque Copetti. A cerimônia, que reuniu alunos e professores de Barretos (SP) e região, contou com a presença do secretário executivo de educação do estado de São Paulo, Haroldo Corrêa Rocha, além da dirigente regional de ensino de Barretos, Solange de Oliveira Bellini, do diretor executivo e científico do Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) do HA, Rui Reis, e do diretor de extensão do IEP, Vinicius de Lima Vazquez.

Os 5 finalistas participaram de um estágio guiado no CPOM do HA.

Nos três dias que antecederam a premiação, os finalistas participaram de um estágio guiado no Centro de Pesquisa em Oncologia Molecular (CPOM) do HA, onde puderam conhecer, na prática, a rotina dos pesquisadores e saber mais sobre o seu papel na instituição. “O Concurso de Redação tem como principal objetivo difundir o conhecimento, popularizar a ciência e estimular jovens talentos na investigação científica, por isso, entendemos que é extremamente importante proporcionar esta experiência aos autores das melhores redações. É uma maneira de trazê-los para mais perto desta realidade e, quem sabe, despertá-los para uma futura profissão”, ressaltou o coordenador do NEC, Gerson Lúcio Vieira. Além do estágio, a primeira colocada também ganhou um notebook, assim como, a sua professora orientadora, e os demais finalistas foram premiados com tablets.

Haroldo Corrêa Rocha, que visitou a instituição pela primeira vez, enfatizou a importância da ação e reafirmou o compromisso da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, que é parceria do projeto desde 2016. “Sabemos do valor – e as dificuldades – em se trabalhar com Saúde e Educação e é louvável a maneira como essas duas áreas tão essenciais se unem aqui. Com certeza é um exemplo a ser replicado!”.

A grande vencedora do concurso foi: Joana Albuquerque Copetti, de Borborema (SP).

O concurso é voltado aos alunos do 9º Ano do Ensino Fundamental II e, neste ano, trouxe como tema central “Alimentação saudável e atividade física: de olho no futuro sem câncer colorretal”, onde os alunos puderam refletir sobre prevenção, as influências ambientais e os fatores externos que estão associados ao desenvolvimento do câncer colorretal, que, apesar de pouco falado, é o terceiro mais frequente entre homens.

Confira a classificação dos finalistas de 2019:
1º lugar: Joana Albuquerque Copetti

Unidade Escolar: E.E. Manoel Silveira Bueno
Cidade: Borborema (SP)
Diretoria de Ensino: Taquaritinga (SP)

2º lugar: Yzadora Calza Siqueira

Unidade Escolar: E. E. Conde do Pinhal
Cidade: São Carlos (SP)
Diretoria de Ensino: São Carlos (SP)

3º lugar: Emanuelle Carvalho Oliveira

Unidade Escolar: E. E. Professora Regina Dias Antunes da Silva
Cidade: Apiaí (SP)
Diretoria de Ensino: Apiaí (SP)

4º lugar: Adrian Mais dos Santos de Jesus

Unidade Escolar: E.E. João Jacinto do Nascimento
Cidade: Ibaté (SP)
Diretoria de Ensino: São Carlos (SP)

5º lugar: Gabriela Marini de Lima

Unidade Escolar: E. E. Doutora Isabel Campos
Cidade: Presidente Venceslau (SP)
Diretoria de Ensino: Santo Anastácio (SP)

O concurso é voltado aos alunos do 9º Ano do Ensino Fundamental II e, neste ano, trouxe como tema central “Alimentação saudável e atividade física: de olho no futuro sem câncer colorretal”, onde os alunos puderam refletir sobre prevenção, as influências ambientais e os fatores externos que estão associados ao desenvolvimento do câncer colorretal.

 

Mais de 500 participantes se reuniram no evento, superando as expectativas dos anos anteriores.

O Hospital São Judas Tadeu – a unidade de cuidados paliativos e de atenção ao idoso do Hospital de Amor – realizou no dia 6 de outubro, a 4ª edição da “Caminhada Lado a Lado com o Idoso”. A ação, que ocorreu na Região dos Lagos, em Barretos (SP), tem como objetivo promover o bem-estar do público idoso, através de atividades físicas e interação entre os participantes.

Os idosos foram recepcionados com massagem relaxadora.

Mais de 500 participantes se reuniram no evento, superando as expectativas dos anos anteriores. Voltado para o público com idade acima de 60 anos e inscrições gratuitas, o percurso teve 900 metros de caminhada. Segundo a enfermeira da unidade de cuidados paliativos do HA, Verônica Faustino, profissionais de diversas áreas, entre eles educadores físicos, estão envolvidos na organização da ação para garantir conforto e prezar pelo bem-estar dos idosos. “Nossa intenção é que eles não sintam dor ou cansaço, mas que sintam prazer em estar participando. Durante todo o percurso, eles encontram água. Quando eles terminam, são recepcionados com massagem relaxadora, aferição de pressão, testes e um delicioso café da manhã com frutas e sucos”, contou.

De acordo com a fisioterapeuta do Hospital São Judas Tadeu, Adriana Ferreira, a caminhada é um exercício muito importante, não só para o público da terceira idade, mas também para a melhora da qualidade de vida de todas as pessoas. “Escolhemos a caminhada por que ela é responsável por promover o fortalecimento muscular, a destreza, evitar quedas, entre outras qualidades. É uma atividade muito benéfica”, afirmou.

E você sabe qual outro benefício que a atividade física traz para os maiores de 60 anos? Vitalidade! “É a prova de que eles são capazes. Por isso, é tão importante praticar exercícios na terceira idade”, comentou Verônica.

Daniel Bampa Netto e Zaira foram escolhidos para apadrinhar a Caminhada “Lado a Lado com o Idoso” deste ano.

O contador barretense, Daniel Bampa Netto, de 79 anos, e sua esposa, Zaira, foram escolhidos para apadrinhar a Caminhada “Lado a Lado com o Idoso” deste ano. O casal, exemplo a ser seguido, tem a atividade física em sua rotina há mais de 12 anos e garante: idosos que se exercitam, vão longe! “Para nós, grandes incentivadores de exercícios físicos, participar de um evento como este é um orgulho e uma energia única. Não apenas pela caminhada em si, mas pela amizade que se cria, o companheirismo, o bate-papo. Isso vale muito a pena e é uma bela maneira de passar a vida! Como padrinho desta ação, eu espero servir de inspiração para muitas pessoas. O recado que fica é: vamos nos exercitar para podemos acompanhar o tempo que ainda nos falta”, comentou empolgado.

Vencedor
Com 70 anos e uma energia de causar inveja, o pedreiro Archimedes Damas apertou o passo e foi o vencedor da caminhada. Satisfeito com o evento e feliz com seu troféu de primeiro colocado, ele se considera um grande incentivador para os outros idosos. “Em qualquer disputa que a gente entra, a intenção é vencer. Por isso, eu estou muito contente por ter conquistado o primeiro lugar. Agradeço a todas as pessoas que organizam essa ação e zelam pela nossa saúde. Eu me sinto disposto e com ótima aparência física e, hoje, eu comprovei isso”, declarou.

A 5ª edição da Caminhada “Lado a Lado com o Idoso” já está confirmada e a expectativa é de que 700 inscrições sejam realizadas.

Selo “Hospital Amigo do Idoso”
Esta mobilização reforça a participação do Hospital de Amor na sociedade, demonstrando, assim, a importância da existência do selo “Hospital Amigo do Idoso”, que a unidade de cuidados paliativos conquistou.

A instituição recebeu a visita de uma comissão de auditores do Estado de São Paulo e foi chancelada com o selo, que é uma iniciativa do governo paulista e tem como intuito estimular e apoiar a qualificação geronto-geriátrica dos hospitais.

De acordo com a fisioterapeuta Adriana Ferreira, para obter o selo, o hospital deve cumprir 25 critérios que são divididos em níveis: inicial, intermediário e pleno, sendo este último o nível máximo exigido pelos auditores. Dentre as adequações solicitadas estão as acomodações do ambiente físico do prédio (como a inserção de barras no banheiro, elevação do vaso sanitário, antiderrapante e adequação do espaço utilizado pelo idoso). Segundo Adriana, 45% dos pacientes do Hospital São Judas Tadeu são idosos, porém, os outros pacientes em tratamento no centro também são contemplados com os benefícios.

Voltado para o público com idade acima de 60 anos e inscrições gratuitas, o percurso teve 900 metros de caminhada.

Publicado em 18 de out de 2018   |   Artigos, Destaques, Institucional, Prevenção